Os dois projetos, financiados pelo Departamento Federal Suíço de Cultura visam, por um lado, promover as línguas de herança e o plurilinguismo dos alunos e, por outro lado, a cooperação da equipa multiprofissional - composta pelos professores de Língua e Cultura de Herança (LCH), professores do ensino regular suíço, docentes e estudantes. Além disso, os projetos pretendem explorar o potencial das paisagens linguísticas, como ferramenta didática e abrir possibilidades de exploração na sala de aula.

O projeto centra-se na elaboração e desenvolvimento de planos de aula, nos quais os alunos, acompanhados de perto por equipas multiprofissionais (professores do ensino regular, professores de LCH, estudantes e docentes) pesquisam signos ou sons linguísticos no espaço público do contexto circundante.

Neste âmbito, trabalha-se não só as línguas observadas e próximas das crianças mas também o fenómeno da linguagem, da semiótica e da multimodalidade.

Os resultados dos projetos são regularmente atualizados na página swiss-scape.


Projeto “País de Línguas - Promoção do Plurilinguismo através das paisagens linguísticas“

Como parte do projeto «Sprachland – Förderung der Mehrsprachigkeit durch Linguistic Landscape» (2019-2021) (Línguas - Promoção do Plurilinguismo através das paisagens linguísticas) na Escola Superior de Educação de Schaffhausen, foram realizados projetos no âmbito das paisagens linguísticas em escolas do ensino primário do cantão de Schaffhausen, em colaboração com professores de LCH de russo e de chinês.

Paralelamente, foi desenvolvida a página interativa swiss-scape, que documenta os resultados do projeto e oferece ideias e materiais para a implementação didática das paisagens linguísticas.

DSC4510

Objetivos do projeto

  • Promoção das línguas de herança e do plurilinguismo dos alunos através da percepção e análise consciente dos signos linguísticos visíveis no espaço público
  • Promoção da multiliteracia através do tratamento dos vários signos linguísticos
  • Análise aprofundada da identidade linguística individual e local (dialetos e idiomas)
  • Abertura de espaços de aprendizagem extracurriculares através da exploração do contexto linguístico circundante e através do desenvolvimento de um espaço virtual (página com fotos de sinais em espaço público e sua interpretação)
  • Descodificação da imagem e do texto, das “mensagens” no espaço público (promoção da literacia visual)
  • Reflexão sobre o conhecimento e domínio linguístico individual e a diversidade linguística (consciência linguística)
  • Promoção de competências interdisciplinares. como a aprendizagem autorregulada
  • Exploração da paisagem sonora (paisagem sonora, escuta atenta aos detalhes, composição de canções)
  • Promoção do intercâmbio e da colaboração entre os vários atores institucionais: professores de LCH e professores do ensino regular, professores e alunos do PHSH, bem como responsáveis ​​pelos cursos cantonais do ensino de LH, a chamada "equipa multiprofissional"
  • Promover a integração dos professores de LCH nas aulas das turmas do ensino regular;
  • Promover o conhecimento e a gestão curricular no âmbito da didática do plurilinguismo (introdução de paisagens linguísticas como material autêntico na didática do plurilinguismo).
  • Promover a diversidade linguística e cultural
  • Desenvolvimento de uma página pública com fotos e trabalhos realizados pelas turmas participantes, no âmbito da didatização de paisagens linguísticas
  • Valorizar as línguas de herança dos alunos
  • Sensibilizar para o multilinguismo visível no espaço público
swiss-scape linguistic landscape
DSC5008

Projeto "Espaços Educativos Multilingues - Promoção Integrada da Língua através das paisagens linguísticas

O projeto “Espaços Educativos Multilingues – Promoção Integrada da Língua através de paisagens linguísticas” (2022-2024) assume-se como um projeto que dá continuidade ao projeto “Língua – Promoção do Multilinguismo através de paisagens linguísticas”. Este projeto é desenvolvido nos cantões de Lucerna e Schaffhausen, em colaboração com a Escola Superior de Educação de Lucerna (PHLU) (sede do projeto) e a Escola Superior de Educação de Schaffhausen (PHSH).

A integração dos professores de língua e cultura de herança (LCH) é realizada pelos coordenadores do ensino de língua de herança (ELH) de albanês e português.

Além da publicação dos resultados nesta página, faz parte do projeto uma exposição interativa e multimodal sobre o tema "Multilinguismo e paisagens linguísticas" que será apresentada em colaboração com diversas bibliotecas.

Esta exposição tem como objetivo apresentar os resultados do projeto de forma sustentável e ampliar o espaço educativo das escolas.


DSC4939

Objetivos do projeto

Objetivos do projeto

• Promoção da colaboração entre os coordenadores de LCH, professores de LCH, DaZ (alemão, língua segunda) e professores do ensino regular, docentes e alunos das escolas superiores de educação participantes

• Promover a integração de professores de LCH nas escolas do ensino regular

• Formação continua dos professores de LCH na área das paisagens linguísticas como recurso pedagógico para a promoção do ensino de línguas

• Promoção do plurilinguismo, tanto a nível pessoal, como social dos alunos

• Expansão de espaços de aprendizagem e educação através da colaboração com bibliotecas

• Desenvolvimento e manutenção da página internet «swiss-scape»

Equipa do projeto

Equipa do projeto

A equipa multiprofissional do projeto é composta por coordenadores e professores de língua e cultura de herança (LCH), professores do ensino regular suíço, docentes e alunos da

Escola Superior de Educação de Lucerna (PHLU) e da Escola Superior de Educação de Schaffhausen (PHSH).

Gestão do projeto: Dra. Edina Krompák

Professores: Philipp Saner (músico, docente da PHSH), Dra. Maria de Lurdes Santos Gonçalves (coordenadora dos cursos de LCH de Português, Instituto Camões), Dr. Vaxhid Sejdiu (coordenador dos cursos de LCH de albanês ), Dra. Silvia Frank Schmid (docente da PHLU), Anabela Carvalho e Paula Rodrigues (professoras dos cursos de LCH de português)

Co-diretores da Interbiblio: Cristina Vega e Ilena Spinedi

Alunos: Naima Käslin (PHLU), Luana Vögeli (PHLU), Sarah Thierstein (PHLU) e alunos das

Escolas Superiores de Educação de Lucerna (PHLU) e de Schaffhausen (PHSH).